Sem banners disponiveis


Cine Arte apresenta: “Família Bélier” – todo sonho é possível

Neste domingo, às 15 horas
Dia 18 –  domingo, às domingo, às 15 horas, no Centro Cultural Vera Schubert

No dia 18 de setembro (domingo), às 15 horas, no Centro Cultural Vera Schubert, terá sessão especial do Cine Arte, com a exibição e debate do filme francês “Família Bélier”, em alusão do Dia Nacional do Surdo, comemorado em 26 de setembro. Entrada Franca.

O filme conta a história de Paula (Louane Emera), uma garota tímida que descobre o talento para o canto, o que gera problemas sociais e familiares, pois escolher o caminho da música representa cortar o cordão umbilical, algo doloroso para todos os envolvidos.

Os  pais da garota e um irmão são surdos-mudos. Por ser a única capaz de escutar, Paula trabalha como intérprete nas negociações comerciais da fazenda familiar, e se encarrega de traduzir a linguagem de sinais para os amigos e vizinhos.

O talento vocal da filha ganha outro significado a partir do momento em que não pode ser apreciado pelos pais. A música também funciona como escapismo à vida de dependência familiar – não é à toa que a canção principal deste drama musical, “Je Vole”, traga os temas do voo, da fuga e da passagem à fase adulta. Por este fator, A Família Bélier se mostra mais complexo do que os filmes que retratam a música como simples talento providencial.

O filme é beneficiado pelo olhar naturalista do diretor Eric Lartigau: a deficiência da família é vista sem piedade ou vitimização. O cineasta deve ter aprendido com o sucesso de Intocáveis que a deficiência física pode ser abordada com humor contanto que se mantenha o respeito e evite o paternalismo. O ambiente rural também é tratado com bem-vindo realismo, sem insinuações de monotonia ou atraso. Mesmo o ambiente escolar e as conversas entre os adolescentes, repletas de gírias e falas rápidas, funcionam como bom retrato da geração atual.

Fonte: Adoro Cinema

Categorias: Eventos